Bate Papo sobre Pessoas Altamente Sensíveis, Casa Integral, Quinta, 21. Fevereiro 2019

Você tem medo de críticas? Sente saturação física e mental? Muitas vezes foi acusado de ser excessivamente emocional ou demasiado sensível? Você tem um alto grau de empatia? Sente que, tanto as coisas boas como as más, lhe afetam de forma mais profunda do que àqueles que o rodeiam? Você pode fazer parte dos 20% da população que é altamente sensível, uma característica fisiológica explorada no documentário “Sensitive: the Untold Story”
Através de mais de uma dúzia de entrevistas com uma grande variedade de pesquisadores, Sensitive: The Untold Story apresenta um conjunto de evidências científicas sobre as diferenças existentes (ao nível físico, fisiológico, neurológico e emocional), entre os 20% da população que é altamente sensível e os 80% que não compartilham esta característica.
Sensitive é o primeiro documentário produzido sobre as PAS (pessoas altamente sensíveis) e sobre o tema da alta sensibilidade, um fenômeno identificado pela psicóloga Elaine Aron na década de 1990. De acordo com o filme, na mesma época em que a dra. Aron iniciava seus estudos sobre a alta sensibilidade em adultos, dois outros pesquisadores (os drs. Jay Belsky e  Stephen J. Suomi), investigavam a mesma característica em crianças e em macacos do gênero rhesus. As conclusões dos três estudos são notavelmente semelhantes, apontando para a existência de uma porção minoritária da população que, efetivamente, experimenta o mundo de forma diferente e mais intensa do que a maioria.
No filme, além de apresentar depoimentos de pessoas altamente sensíveis e vários estudos sobre a alta sensibilidade conduzidos por pesquisadores de diferentes especialidades, a dra. Aron aponta as quatro características principais de um indivíduo altamente sensível, consideradas por ela como fundamentais para identificar uma PAS:

Processar tudo em profundidade (observar e refletir antes de agir)
Superestimulação (cansar-se com mais facilidade por absorver muita informação)
Forte reação emocional e grande empatia
Sensibilidade para as sutilezas

Em um dos depoimentos do documentário, a cantora Alanis Morissette fala sobre sua infância e sobre seus sentimentos ao crescer como uma pessoa altamente sensível: “Eu passei a maior parte da minha vida pensando que eu e meu modo de ser eram um problema para as outras pessoas”. Num outro trecho, a própria dra. Elaine Aron, também ela uma PAS, revela: “Eu acho que eu fui estudar psicologia clínica porque não sabia o que estava acontecendo comigo”. Talvez por isso, ela encerre Sensitive com um chamado para todas as PAS: “Eu lhe peço, Fale.  Agora você sabe que está em boa companhia. Nós podemos apoiar uns aos outros. Você não é o único”.
Com a intenção de trazer um tema tão importante à consciência coletiva e de nos unirmos e apoiarmos, no dia 21 de Fevereiro a Coach Daniela Cunha vai fazer uma exibição do documentário na Casa Integral, seguida de uma roda de diálogos sobre o tema.
Contribuição: R$ 27,50*
Dia 21 de Fevereiro das 19h às 22h.
Limite de participantes: Mínimo de 5 participantes e Máximo de 20 participantes.
Quem facilitará o Workshop?
Daniela CunhaTurismóloga, professora de Yoga, Coach, criadora do programa de desenvolvimento pessoal A Vida Criativa e fundadora do Espaço Circular.
* Caso não haja número de participantes suficientes, nos reservamos no direito de cancelar o curso. Neste caso, avisaremos e devolveremos seu dinheiro integralmente.

Quinta, 21. Fevereiro 2019, Casa Integral, Bate Papo sobre Pessoas Altamente Sensíveis

Encontre eventos mais interessantes
Obtenha recomendações de eventos com base em seu gosto Facebook. Obtê-lo agora!Mostre-me os eventos adequados para meAgora não