Seja um exibidor da Mostra Itinerante Histórias Que Ficam, www.taturanamobi.com.br, Terça, 02. Maio 2017

A Mostra Itinerante - articulada pela Taturana Mobilização Social - é a últipa etapa do edital de apoio a documentários Histórias Que Ficam, promovido pela Fundação CSN!

Na Mostra, os filmes vencedores - praticamente inéditos - circulam em cidades pequenas, periferias de grandes centros urbanos e espaços alternativos com o objetivo de democratizar acesso e formar novos públicos para o cinema nacional.

FAÇA PARTE DA MOSTRA!*

Qualquer espaço pode participar, basta agendar uma sessão dos filmes CORPO DELITO e/ou GUARNIERI aberta e gratuita pela plataforma Taturana:



MAS corre, porque as as sessões só podem acontecer até dia 20 de maio!

* a participação não tem custo!

Sobre os filmes:

GUARNIERI
Documentário, 2017, 72', Brasil
Direção: Francisco Guarnieri, Produção: Mira Filmes
Gianfrancesco Guarnieri foi ator de grande sucesso na televisão, autor fundamental na história do teatro brasileiro e imagem-síntese do artista engajado. Seus filhos Flávio e Paulo, também atores, assumiram um total distanciamento entre arte, trabalho e política. A partir desses dois retratos geracionais, o neto e diretor Francisco procura refletir sobre o papel do indivíduo na sociedade, na arte e na família.
Teaser:

Corpo Delito
Documentário, 2017, 74' Brasil
Diretor: Pedro Rocha
Ivan, 30, acaba de sair da cadeia depois de oito anos preso. Ele agora está de volta à sua casa, de volta ao convívio de sua esposa, Gleice, e de sua filha, Glenda, de seis anos, que ele mal conhece. É uma chance de retomar a vida. No entanto, o passado ainda o atormenta. Ivan está em liberdade condicional. Uma tornozeleira eletrônica o proíbe de de fazer qualquer trajeto que não seja o de casa.
Teaser:

Terça, 02. Maio 2017, www.taturanamobi.com.br, Seja um exibidor da Mostra Itinerante Histórias Que Ficam

Encontre eventos mais interessantes
Obtenha recomendações de eventos com base em seu gosto Facebook. Obtê-lo agora!Mostre-me os eventos adequados para meAgora não